Política de Cookies

Este site utiliza Cookies. Ao navegar, está a consentir o seu uso.Saiba mais

Compreendi
aa

Sindicato Independente dos Médicos

GREVE NACIONAL DE 24 NOVEMBRO - RAZÕES PARA O SIM ADERIR À GREVE

15 novembro 2010

COMUNICADO
GREVE NACIONAL de 24 NOVEMBRO
RAZÕES PARA O SIM ADERIR À GREVE

Os Trabalhadores Médicos são compelidos à forma constitucional mais grave de protesto, a Greve Nacional, porque:
1 – Não aceitam a degradação do Estado Social constitucionalmente definido e próprio de um sistema político livre e democrático;
2 – Não aceitam a degradação do Serviço Nacional de Saúde, da qualidade do exercício técnico da Medicina e da Formação Médica;
3 – Não aceitam a degradação das condições de trabalho e de exercício profissional, consequente a uma lógica liberal na gestão das Unidades de Saúde, que afasta os mais experientes, que oprime o ensino, que dificulta a formação médica contínua e que coloca a investigação ao nível da indigência;
4 – Não aceitam as constantes dificuldades e injustiças remuneratórias que se colocam aos médicos mais novos para entrada nos Serviços Públicos, tornando-os sensíveis a apelos privados ou a mudanças irreversíveis de área profissional;
5 – Não aceitam que a crise económica, financeira, social e, sobretudo, política entrave a contratação colectiva, nomeadamente com a consolidação de modelos de concursos, de avaliação de desempenho e de grelhas salariais que estabilizem e regulem o trabalho médico e a progressão técnico-profissional;
6 – Não aceitam a desvalorização imposta ao valor do trabalho, descendo remunerações e aumentando impostos;
7 – Não vêm que as medidas de austeridade sejam equitativas, justas e solidárias pois o Governo mantém um Estado gordo nos interesses, nas lógicas político-partidárias, no amiguismo, no favorecimento de actos corruptivos, nas assessorias parasitárias, nas empresas públicas e municipais, nos institutos públicos, nos financiamentos directos do Orçamento de Estado, na própria dimensão Parlamentar, Ministerial e Autárquica.

EM SUMA, OS TRABALHADORES MÉDICOS FAZEM GREVE COMO FORMA DE PROTESTO PÚBLICO CONTRA A DEGRADAÇÃO DO TRABALHO E CONTRA A DEGRADAÇÃO DO ESTADO SOCIAL E DO SERVIÇO NACIONAL DE SAÚDE, MOTIVADA POR ANOS DE DESPESISMO INCONTROLADO E DOLOSO DE SUCESSIVOS GOVERNOS E LEGISLATURAS.

Lisboa, 15 de Novembro de 2010

O SECRETARIADO NACIONAL

 

Partilhar

Tags

Últimos ConcursosVer Concursos

Torne-se sócio

Vantagens em ser sócio