Política de Cookies

Este site utiliza Cookies. Ao navegar, está a consentir o seu uso.Saiba mais

Compreendi
aa

Sindicato Independente dos Médicos

Provocantemente Imoral

06 abril 2011

"O presidente executivo da Portugal Telecom (PT) teve uma redução de 44 % no salário de 2010 face ao ano anterior devido ao não pagamento do prémio plurianual e à redução em 10% da remuneração fixa.

O salário total de Zeinal Bava foi, em 2010, de 1,41 milhões de euros, menos 44 por cento do que os 2,52 milhões de euros registados no ano anterior, indica a operadora em comunicado divulgado pela Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM). Além da redução salarial do presidente executivo da PT resultante do não pagamento em 2010 do prémio plurianual, houve adicionalmente uma redução nas componentes fixa (menos 2 por cento) e variável (menos 9 por cento) face a 2009.

Esta contenção na remuneração "consolida a iniciativa tomada em 2009 por Zeinal Bava, que reduziu a sua remuneração em 10 por cento e por consequência a de todos os membros da Comissão Executiva" da PT "como forma de mobilizar o esforço acrescido no contexto global de crise", sublinha a operadora.

Em 2010, a Comissão Executiva da PT recebeu menos 22 por cento de remuneração total, de 8,31 milhões no total dos seus membros para 6,47 milhões de euros."

Esta notícia deveria merecer o nosso apreço. Uma auto imposição de redução de 44% no vencimento é motivo de reparo positivo e de exemplo.

É bem certo que Zeinal Bava lidera com mestria uma empresa privada, dá emprego a milhares de trabalhadores e lucro tributável para os magros cofres portugueses.

Mas o seu actual e reduzidíssimo vencimento anual (10 + 44% de redução em dois anos)  representa o que SE o Presidente da República imagina ganhar em 10 anos, o que um médico Assistente Graduado Sénior almeja ganhar em 20 ou o que um mineiro sonha por ao dispor da família em 140 in(f)vernos.

Tenho sérias dúvidas que Portugal consiga vencer este momento triste sem refundar valores morais e sociais e sem combater iniquidades e imoralidades. E tenho sérias dúvidas sobre se de qualquer trabalho podem resultar vencimentos de 3.860 € diários, incluindo sábados, domingos, feriados e férias.

Partilhar

Tags

Últimos ConcursosVer Concursos

Torne-se sócio

Vantagens em ser sócio