Política de Cookies

Este site utiliza Cookies. Ao navegar, está a consentir o seu uso.Saiba mais

Compreendi
aa

Sindicato Independente dos Médicos

O mistério dos médicos mortos-vivos

01 outubro 2011

Notícia de hoje no jornal Público afirma que Ministério da Saúde descobriu (!!!!) que das bases de dados das unidades de saúde parecem constar cerca de 500 médicos que, atendendo á data de nascimento, já deverão estar mortos.

Tal constatação levanta interrogações graves quanto à credibilidade de toda a recolha de informação e tratamento estatístico, e quanto às bases para contratualizações que têm vindo a ser efectuadas.

A fraude que tal facto possibilita tem implicações multidireccionais, desde saber-se se alguns desses profissionais continuam a constar dos mapas de vencimento e se continuam a prescrever medicamentos com vinhetas "apanhadas" sabe-se lá como.

Ajudará eventualmente a explicar também o porquê da discrepância constatada quanto ao número de utentes sem médico de família, bem superior ao que durante muito tempo era admitido pelos responsáveis.

De duas coisas temos a certeza:

1º A culpa não é dos médicos

2º A culpa não pode morrer solteira mais uma vez.

Partilhar

Tags

Últimos ConcursosVer Concursos

Torne-se sócio

Vantagens em ser sócio