Política de Cookies

Este site utiliza Cookies. Ao navegar, está a consentir o seu uso.Saiba mais

Compreendi
aa

Sindicato Independente dos Médicos

Responsáveis da ULS de Matosinhos tentaram enganar OM e Sindicatos

19 março 2015

COMUNICADO SIM NORTE / CRNOM

Na sequência da deslocação efectuada no dia 2 de Março à ULS Matosinhos, visitando o Serviço de Urgência e o Serviço de Medicina Interna do Hospital Pedro Hispano, o CRNOM e os Sindicatos questionaram a administração sobre a informação publicada no Boletim de Informação da ULSM a 30 de Setembro passado, que alterou os critérios de atribuição do prémio de assiduidade, passando a fazê-la depender de uma assiduidade mensal de 100%.

A situação é particularmente grave pois condiciona de forma indecorosa a formação médica contínua, que passa a estar apenas dependente de uma decisão arbitrária do Conselho de Administração.

A Ordem e os Sindicatos deixaram claro que a manutenção de tal decisão afectaria não só a qualidade da medicina praticada mas também a própria segurança clínica e consequentemente a segurança dos doentes.

O presidente do Conselho de Administração, Dr. Vitor Herdeiro, e a directora clínica Dr.ª Paula Simão deixaram a sua garantia pessoal de que tal medida não só não estava a ser aplicada, como a informação publicada no Boletim Informativo iria ser rectificada com carácter de urgência, para evitar quaisquer equívocos.

Uma semana depois o SIM denunciou no seu Jornal Virtual que os responsáveis tinham faltado à verdade, fazendo prova de que a medida, cuja aplicação fora negada pelos citados responsáveis, tinha sido efectivamente aplicada.

E mesmo a promessa de rectificar a informação veiculada no Boletim Informativo Interno com carácter de urgência, para evitar quaisquer equívocos, foi afinal uma tentativa de logro e um abuso da boa-fé demonstrada pelos interlocutores: o Boletim Informativo nº 10, de 11/03/2015 é absolutamente omisso quanto à rectificação prometida, o mesmo acontecendo com o seguinte, o Boletim Informativo nº 11, de 16/03/2015.

O SIM e o CRNOM reservam-se o direito de tomarem as iniciativas conducentes à reposição da legalidade.

Últimos ConcursosVer Concursos

Torne-se sócio

Vantagens em ser sócio