Política de Cookies

Este site utiliza Cookies. Ao navegar, está a consentir o seu uso.Saiba mais

Compreendi
aa

Sindicato Independente dos Médicos

DGS ensaia passes de magia

18 abril 2016

Numa tentativa de explicar o inexplicável, a DGS tenta recuperar uma das pérolas do inefável ex-SE Leal da Costa que, pela Portaria 112/2014 de 23 de Maio, pretendeu criar uma coisa chamada Cuidados de Saúde Primários do Trabalho, o que mereceu na altura ampla recusa e contestação das forças sindicais e da Ordem dos Médicos, sendo aliás um dos itens da negociação no quente mês de Junho de 2014.

Referimo-nos ao verdadeiro monumento “científico” que é um documento/ clarificação técnica da Divisão de Saúde Ambiental e Ocupacional da DGS sobre uns tais “Cuidados de Saúde Primários do Trabalho” datado de 19 de Fevereiro de 2016, ao que parece fruto de uma gestação prolongada de 23 meses!!!!

O Sindicato Independente dos Médicos, fazendo jus à acusação de sofrer de um Síndrome de Indignação Precoce, revela em 1ª mão que os mesmos técnicos estão quase a concluir uma outra sublime Clarificação Técnica sobre os CSP Neurocirúrgicos, e que em jeito de sumário reza assim:

Os CSPN (Cuidados de Saúde Primários Neurocirúrgicos) são Cuidados de Saúde Primários, holísticos e essenciais, prestados a adultos com cérebro, utentes do ACES e que, em momento algum, devem ser confundidos com a Neurocirurgia. Os CSPN não pretendem substituir a especialidade de Neurocirurgia, (...) sendo essencialmente de carácter preventivo e que visam assegurar a promoção e vigilância da saúde cerebral dos utentes a grupos populacionais muito específicos (vide artigo 76º da Lei nº 102/2009, de 10 de setembro), não se considerando necessário para a sua prestação competências específicas que ultrapassem o âmbito da atividade geral dos médicos de MGF.

Pretende-se que os Cuidados de Saúde Primários Neurocirúrgicos, da mesma forma que asseguram as vertentes relativas à pediatria, oftalmologia, dermatologia, saúde materna, reumatologia, entre outras, integrem o tipo de trabalho ou a ocupação na vigilância de saúde do utente com cérebro.

O Sindicato Independente dos Médicos, para além de alertar de novo a Ordem dos Médicos e os respectivos Colégios de Especialidade, relembra aos seus associados a MINUTA DE RECUSA que disponibilizou à data.

Partilhar

Tags

Últimos ConcursosVer Concursos

Torne-se sócio

Vantagens em ser sócio