Política de Cookies

Este site utiliza Cookies. Ao navegar, está a consentir o seu uso.Saiba mais

Compreendi
aa

Sindicato Independente dos Médicos

Comunicado conjunto SIM/FNAM: Balanço da greve médica da zona Norte

11 outubro 2017
Comunicado conjunto SIM/FNAM: Balanço da greve médica da zona Norte
Comunicado conjunto SIM/FNAM

Balanço da greve médica da zona Norte - 11 de outubro de 2017


Ao aderirem de uma forma deveras expressiva, no dia 11 de outubro, à greve regional, convocada pelos sindicatos, os médicos deram ao Governo um sinal claro que devem ser respeitados.

- Viana do Castelo e Póvoa do Varzim/Vila do Conde - blocos operatórios encerrados.
- Matosinhos - apenas funcionou um bloco operatório central para um doente oncológico.
- H.S. João e C.H. Porto - apenas com duas salas de bloco operatório abertos.

Se a isto se adicionar os cerca de 80% de adesão a nível dos Cuidados de Saúde Primários, poderemos concluir que estamos perante um sério aviso ao Governo.

Os médicos continuam a preocupar-se em primeiro lugar com os utentes e as suas necessidades de cuidados de saúde, estando também cansados de serem discriminados negativamente.

Só a intransigência e falta de honestidade negocial deste Ministério e deste Governo, fizeram com que estejamos nesta contestação.

A recusa em reverter ao pré-troika matérias laborais que não salariais, é uma manifestação de obstinação e falta de entendimento.

Recorrer a argumentos financeiros e alegando o estado do país, quando se alocam recursos de centenas de milhões de euros para instituições bancárias, é simplesmente uma afronta ao trabalho e dedicação dos médicos do SNS, o que se tem refletido numa continuada deterioração da qualidade dos serviços de saúde prestados à população.

Porto, 11 de outubro de 2017

Os Sindicatos Médicos


Comunicado conjunto SIM/FNAM: Balanço da greve médica da zona Norte

Partilhar

Últimos ConcursosVer Concursos

Torne-se sócio

Vantagens em ser sócio