Política de Cookies

Este site utiliza Cookies. Ao navegar, está a consentir o seu uso.Saiba mais

Compreendi
aa

Sindicato Independente dos Médicos

Atraso inadmissível na abertura de concurso para recém-especialistas

19 outubro 2017
Atraso inadmissível na abertura de concurso para recém-especialistas
Meio ano depois do último mês da época normal de avaliação final do internato médico, centenas de médicos recém-especialistas das mais diversas especialidades da área hospitalar e recém-especialistas da área de saúde pública continuam a aguardar a abertura de concurso para os estabelecimentos do Serviço Nacional de Saúde.

Tendo em conta a espera prolongada, a cada dia que passa são vários os recém-especialistas que decidem fazer cessar o seu contrato de médicos internos nos estabelecimentos do internato, onde continuam a ser remunerados como internos, optando pelo setor privado ou pela emigração, onde vêm recompensado o seu esforço e a sua elevada diferenciação técnico-científica.

A inação do Sr. Ministro da Saúde e das estruturas que tutela sobre esta matéria é assim diretamente responsável pelo agravamento do défice de recursos humanos que se verifica em todo o Serviço Nacional de Saúde. De facto, centenas de médicos recém-especialistas poderiam estar já colocados desde há vários meses nos estabelecimentos do Serviço Nacional de Saúde onde fazem mais falta.

Os médicos, e em particular os médicos recém-especialistas, precisam de ações reais e concretas, ou seja, precisam de concursos e contratações céleres, e não de relatórios falseados sobre o desempenho das unidades hospitalares, pois é certo que não há cuidados médicos sem médicos.

Tudo isto foi hoje comunicado ao Sr. Ministro da Saúde, tendo o SIM apelado mais uma vez para a imediata abertura de concurso para os médicos recém-especialistas que concluíram o internato médico na época de fevereiro/abril.


Ofício do SIM ao Ministro da Saúde

Partilhar

Tags

Últimos ConcursosVer Concursos

Torne-se sócio

Vantagens em ser sócio