Política de Cookies

Este site utiliza Cookies. Ao navegar, está a consentir o seu uso.Saiba mais

Compreendi
aa

Sindicato Independente dos Médicos

ARS Centro e Cuidados Domiciliários em Lares e IPSS

01 fevereiro 2018
ARS Centro e Cuidados Domiciliários em Lares e IPSS
Em Ofício-Circular datado de 22/01/2018, a ARS Centro estabelece normas para a prestação de Cuidados Domiciliários em Lares e IPSS, diferenciando essa prestação em função do tipo de unidades funcionais de prestação de cuidados (USFs e UCSPs).

A Portaria n.º 1368/2007, que estabelece a carteira básica de serviços e os princípios da carteira adicional de serviços das USF, exclui os lares, as casas de repouso, as IPSS, e outros locais semelhantes dessa prestação. Pelo que os médicos das equipas multidisciplinares das USF modelo B não podem auferir o suplemento atribuído aos cuidados domiciliários por cuidados eventualmente efetuados nesses locais, ie fá-lo-iam sempre pro bono e sem poder registar tal tipo de atividade.

Já quanto às outras unidades funcionais e nomeadamente às UCSPs não se nos afigura que os médicos estejam obrigados a prestar cuidados nesses locais.

Para além do absurdo de se defender obrigação sem correspondente compensação, cumpre ter em atenção que o local de trabalho dos médicos da Carreira Médica se encontra definido na regulamentação coletiva aplicável como "o estabelecimento da entidade empregadora pública identificado no contrato de trabalho”, sendo extensível a "outro estabelecimento da entidade empregadora pública situado no mesmo concelho” [sublinhado nosso].

Desta forma, nenhum trabalhador médico é obrigado a prestar trabalho em local que não seja um estabelecimento do seu empregador. Por maioria de razão, estando os referidos lares, casas de repouso e similares excluídos, ainda que para um efeito específico, por diploma normativo, não poderá considerar-se como obrigatória a prestação de trabalho nesses locais.

Na realidade, nenhuma conclusão se pode retirar, a este propósito, do disposto na Portaria n.º 67/2012, pois a mesma apenas estabelece as condições de organização, funcionamento e instalação a que devem obedecer as estruturas residenciais para pessoas idosas, não tendo determinações suscetíveis de ser diretamente refletidas no âmbito das relações laborais dos trabalhadores médicos.

Partilhar

Tags

Últimos ConcursosVer Concursos

Torne-se sócio

Vantagens em ser sócio