Política de Cookies

Este site utiliza Cookies. Ao navegar, está a consentir o seu uso.Saiba mais

Compreendi
aa

Sindicato Independente dos Médicos

Hospital Santa Maria boicota formação de médicos internos

28 setembro 2018
Hospital Santa Maria boicota formação de médicos internos
Em cinco especialidades médicas, Endocrinologia e Nutrição, Hematologia Clínica, Imunoalergologia, Oncologia Médica e Reumatologia os médicos internos estão a ver boicotada pelo Hospital de Santa Maria a sua formação para se tornarem especialistas .

Os médicos internos destas especialidades têm sido forçados à prestação de serviço de urgência central de Medicina Interna, cumulativamente à obrigatoriedade de realizar urgência nos estágios específicos, à revelia dos respetivos programas de formação publicados em Diário da República. Isto significa que das 40 horas semanais de trabalho, 24 estão a ser realizadas em Urgência, em clara desconformidade com o previsto no regime jurídico do internato médico.

Esta situação compromete e reduz a carga horária alocada aos estágios específicos (nomeadamente da respetiva especialidade em que se encontram em formação), introduzindo disparidade face aos restantes locais de formação. Este facto agrava ainda a dificuldade de acesso dos doentes a cuidados destas especialidades, ao diminuir, por exemplo, o tempo alocado pelos internos à consulta.

Com atropelos ao programa de formação que resultam em terem apenas 16 horas semanais do seu tempo alocado aos estágios formativos (excluindo as urgências) e com horários ilegais como se pretende que estes médicos venham a adquirir as competências necessárias para no futuro servir a população?

Em vez de servir os doentes do serviço de urgência central de Medicina Interna com Especialistas de Medicina Interna e equipas dedicadas, o Hospital Santa Maria insiste em colocar internos de outras especialidades como carne para canhão a baixo custo, comprometendo de forma clara a formação dos mesmos.

Em breve contamos que o Presidente do Conselho de Administração Dr. Carlos Martins, a Diretora Clínica Dra. Margarida Lucas, a Diretora do Serviço de Urgência Dra. Anabela Oliveira e os Diretores dos respetivos serviços apareçam (novamente)  na comunicação social muito espantados e indignados por a Ordem dos Médicos ter retirado a idoneidade ao Santa Maria para formar médicos destas especialidades.
Últimos ConcursosVer Concursos

Torne-se sócio

Vantagens em ser sócio