Política de Cookies

Este site utiliza Cookies. Ao navegar, está a consentir o seu uso.Saiba mais

Compreendi
aa

Sindicato Independente dos Médicos

Cata-vento a querer dar lições de ética? Não, obrigado!!!

18 abril 2019
Cata-vento a querer dar lições de ética? Não, obrigado!!!
Vergonhoso será pouco para classificar as declarações numa entrevista ao Jornal Público / Rádio Renascença de Francisco George, ex-Diretor Geral da Saúde e atual Presidente da Cruz Vermelha Portuguesa, em que proclama que os médicos não têm direito a fazer greve e que a requisição civil é a atitude correta do Governo, numa atitude de profundo desrespeito pela democracia e direitos constitucionais.

Alpendorado no seu narcisismo e populismo pretende suspender a democracia. "Menino da Linha", proclamou-se "comunista” em 26 de abril e conforme o vento soprou assim foram variando as suas opções políticas e partidárias. Seguidista acrítico do Poder e com um "Sim, Senhor Ministro” como lema de vida, dezenas de anos de afastamento da prática clínica assistencial e muitos anos praticando e defendendo um fundamentalismo normativo, só o ter atingido a idade limite para aposentação da função pública fez com que se afastasse.

Se há alguém menos indicado para dar lições de ética e deontologia, é esta personagem.

O Sindicato Independente dos Médicos lembra que nas greves que tem decretado está sempre implícita a defesa do SNS e dos doentes, e que numa greve médica existem serviços mínimos que são escrupulosamente respeitados.

Como tal não pode deixar passar em claro este desrespeito pelos médicos, particularmente grave quando tem sob a sua alçada o Hospital da Cruz Vermelha, e exige uma retratação pública.
Horas ExtraCalculadora

Torne-se sócio

Vantagens em ser sócio