Política de Cookies

Este site utiliza Cookies. Ao navegar, está a consentir o seu uso.Saiba mais

Compreendi
aa

Sindicato Independente dos Médicos

Ministra da Saúde anuncia medidas que recusou e recusa implementar

15 dezembro 2019
Ministra da Saúde anuncia medidas que recusou e recusa implementar
Em entrevista ao Público publicada na semana passada, a Ministra da Saúde anunciou que pretende criar equipas fixas nos Serviços de Urgência, "o mais dedicadas possível", "equipas estáveis, o mais possível".

Ora, esta solução foi apresentada pelo Sindicato Independente dos Médicos à Ministra da Saúde há mais de um ano. Foi também motivo de proposta apresentada por escrito em ofício enviado à Ministra da Saúde no dia 24 de janeiro de 2019.

A proposta apresentada consistia na generalização a todo o Serviço Nacional de Saúde da solução convencional adotada no Hospital de Cascais a respeito dos ciclos de trabalho nas equipas médicas no serviço de urgência, externa e interna, nas unidades de cuidados intensivos e nas unidades de cuidados intermédios, tal qual consta da cl.ª 42.ª do Acordo de Empresa publicado em setembro de 2016.

No entanto, mais de um ano depois da proposta do SIM e quase um ano depois daquele ofício, continua a não haver qualquer resposta por parte da senhora Ministra da Saúde para a implementação dos ciclos de trabalho nas equipas médicas dos serviços de urgência.

Estranha-se que agora, mais de um ano depois e sem qualquer mesa negocial aberta, apesar dos sucessivos apelos do SIM, a senhora Ministra da Saúde venha anunciar uma medida relativamente à qual nunca respondeu ao SIM.

A ser verdade esta intenção, o SIM espera que finalmente a senhora ministra responda aos apelos de reunião e abertura de mesa negocial que o SIM reiteradamente tem feito.

Partilhar

Tags

Horas ExtraCalculadora

Torne-se sócio

Vantagens em ser sócio