Política de Cookies

Este site utiliza Cookies. Ao navegar, está a consentir o seu uso.Saiba mais

Compreendi
aa

Sindicato Independente dos Médicos

CM: “Não se ouviu uma palavra de conforto do PM ou do PR”

13 janeiro 2020
CM: “Não se ouviu uma palavra de conforto do PM ou do PR”
Correio da Manhã, 12 janeiro 2020, Daniela Polónia

O que é que tem contribuído para o aumento de casos de agressões a médicos e enfermeiros?
O principal fator é a degradação das condições de prestação de cuidados de saúde no SNS, que agrava o défice de recursos humanos médicos pela saída para o setor privado, estrangeiro ou aposentação, com consequente sobrecarga dos médicos que persistem em prestar cuidados de excelência no âmbito do SNS.

Estes profissionais sentem-se inseguros?
Sem dúvida que há um sentimento de insegurança. Lamentavelmente perante os casos de agressão a profissionais de saúde verifica-se uma desvalorização pelas estruturas dirigentes das unidades de saúde. Estes crimes públicos têm sido encarados com ligeireza pelo sistema de justiça, procedendo-se muitas vezes apenas à identificação do agressor, perpetuando assim o sentimento de impunidade. Os profissionais sentem-se isolados, tendo de se expor para apresentar a respetiva queixa. Note-se ainda que nestes graves casos não se ouviu sequer uma palavra de conforto do primeiro-ministro, mantendo-se o silêncio da parte do Presidente de República.

Que medidas gostava que fossem implementadas?
A presença de segurança nos locais de trabalho com presença física de autoridade policial ou segurança privada com autorização para deter e atuar; gabientes dotados de telefones e botões de pânico e com disposição física adequada para permtir a fuga. Deveria haver impedimento permanente de entrar na unidade de saúde onde praticou agressão, após análise pela entidade empregadora no prazo máximo de sete dias; sinalização permanente no sistema informático de que o utente é/foi agressor.

Artigo completo em Correio da Manhã.

Partilhar

Horas ExtraCalculadora

Torne-se sócio

Vantagens em ser sócio