Política de Cookies

Este site utiliza Cookies. Ao navegar, está a consentir o seu uso.Saiba mais

Compreendi
aa

Sindicato Independente dos Médicos

Escravatura no Século XXI no Hospital de Santa Maria

17 novembro 2021
Escravatura no Século XXI no Hospital de Santa Maria
O Sindicato Independente dos Médicos dirigiu já neste mês de novembro ao Diretor Clínico daquele estabelecimento um ofício que identifica as desconformidades verificadas no Centro Hospitalar, relacionadas com a constituição das equipas da urgência interna e externa.

Em relação ao pagamento do trabalho extraordinário, depois da recusa reiterada do cumprimento da lei, sonegando os médicos do CHULN do pagamento de dezenas de milhares de horas, urge resposta.

No seguimento de reuniões ocorridas entre médicos, o Sr. Diretor Clínico e a responsável dos Recursos Humanos e do ofício do SIM, o Senhor Presidente do CA assumiu publicamente algo que parecendo redundante ("as horas extra serão pagas"), representou um extraordinário avanço em relação à lamentável prática de permitir trabalho efetuado e não pago.

O estratagema de criar ilegais bancos de horas que se esfumam regulamente é lamentável e não é solução.

O SIM requer agora do Conselho de Administração que – satisfazendo as declarações públicas do seu Presidente perante a comunicação social, segundo as quais a regularização dos abonos devidos aos trabalhadores médicos do Centro Hospitalar irá ter lugar –  nos informe da concreta data em que ocorrerá o efetivo pagamento das quantias em dívida aos Médicos.

Dessa forma será mitigada a injustiça e uma das razões pelas quais o Centro Hospitalar tem tido tanta dificuldade em contratar médicos e sem dúvida é uma das razões do aumento das rescisões verificadas nos últimos anos.

O SIM continuará a apoiar os seus associados até às últimas consequências, incluindo se necessário o recurso à via judicial. Não o desejamos, mas esta injustiça não pode perdurar.
Horas ExtraCalculadora

Torne-se sócio

Vantagens em ser sócio