Política de Cookies

Este site utiliza Cookies. Ao navegar, está a consentir o seu uso.Saiba mais

Compreendi
aa

Sindicato Independente dos Médicos

As grávidas e parturientes da Grande Lisboa têm de ser resilientes

12 dezembro 2021
As grávidas e parturientes da Grande Lisboa têm de ser resilientes
TODAS as urgências de Ginecologia/Obstetrícia dos hospitais da área de Lisboa estão, neste momento, a funcionar abaixo dos limites de segurança!

Após envio ontem para o CODU de um pedido para uma urgência de Obstetrícia ser retirada do circuito de referenciação do INEM no período noturno, por estar com a equipa médica abaixo dos limites de segurança, foi recebida a seguinte resposta do INEM:

"Em virtude de todos os hospitais da área de Lisboa se encontrarem em contingência de Obstetrícia, não é possível o CODU desviar as grávidas da área de referência do vosso hospital, para outras Unidades Hospitalares.”

Sucedem-se os períodos em que isto acontece, deixando praticamente de ser a excepção (e mesmo essa inadmissível) para ser a regra...

A Srª Ministra da Saúde já disse que os médicos em geral e pelos vistos os obstetras em especial são pouco resilientes…

Será que nos vai dizer com toda a sua candura, que diz vir do fundo do coração, que temos de ter grávidas e parturientes mais resilientes?

Partilhar

Horas ExtraCalculadora

Torne-se sócio

Vantagens em ser sócio