Política de Cookies

Este site utiliza Cookies. Ao navegar, está a consentir o seu uso.Saiba mais

Compreendi
aa

Sindicato Independente dos Médicos

Sol: “Esta reunião fez parte de uma encenação resultante da pressão pública”, diz Roque da Cunha

16 junho 2022
Sol: “Esta reunião fez parte de uma encenação resultante da pressão pública”, diz Roque da Cunha
Nascer do SOL, 16 junho 2022, Maria Moreira Rato

"No meu ponto de vista, esta reunião fez parte de uma encenação resultante da pressão pública e da evidência de problemas de falta de médicos no SNS. A proposta de tratar unicamente as horas extraordinárias não pode ser considerada como suficiente já que não responde às necessidades estruturais do SNS", começa por explicar, em declarações ao Nascer do SOL, Jorge Roque da Cunha, secretário-geral do Sindicato Independente dos Médicos (SIM) no rescaldo da reunião no Ministério da Saúde.

"Em relação à proposta, concretamente, o facto de ser limitada no tempo – três meses -, só fazer efeito a partir da 151.ª hora não faz sentido. Deverá ser desde a primeira. E outro aspeto limitativo é o facto de não poder ultrapassar aquilo que se gastou no mês homólogo de 2019. Com estas limitações, é mais um incentivo aos prestadores de serviços do que um incentivo a que os médicos do SNS o façam", avança o dirigente.

Artigo completo em Nascer do SOL.

Partilhar

Horas ExtraCalculadora

Torne-se sócio

Vantagens em ser sócio