Política de Cookies

Este site utiliza Cookies. Ao navegar, está a consentir o seu uso.Saiba mais

Compreendi
aa

Sindicato Independente dos Médicos

O que impede um médico de se aposentar?

21 outubro 2010

Supondo que continuamos a viver num estado de direito e no qual o sol quando nasce é para todos, o que impede um médico, que preencha as condições para se aposentar antecipadamente com uma penalização de 12 a 18%, de pedir uma contagem de tempo de serviço e de bater com a porta até 31 de Dezembro de 2010?

Quando é anunciada uma penalização de 10% no seu vencimento base e na remuneração por trabalho extraordinário, quando é anunciado por Despacho das Finanças que gente nova (mesmo que a haja) não entra para aliviar a sobrecarga presente?

E sobretudo se for um daqueles médicos de família de um centro de saúde com milhares de utentes a descoberto a quem ele, quantas vezes sendo já cinquentão com muitas horas de sono perdidas, ainda tem de dar assistência, sujeito a deficientes condições de trabalho e à expressão violenta da revolta dos utentes?

Será o carinho pelos seus doentes? Será o amor à camisola? Será a crença no Serviço Nacional de Saúde? Será a fé nas promessas de sucessivos governantes? Será ver que gestores publicos e detentores de cargos políticos são expurgados de mordomias e extintos por inutilidade e despesismo?

Já nem mesmo o primeiro parece ser suficiente… e quanto ao último não há quem tenha coragem…

Muito nos admiraria pois se neste ultimo trimestre de 2010 não surgisse uma 2ª vaga de pedidos de aposentação antecipada… ficando no campo de batalha uma reduzida geração de resistentes... forçados que não motivados…

Últimos ConcursosVer Concursos

Torne-se sócio

Vantagens em ser sócio