Política de Cookies

Este site utiliza Cookies. Ao navegar, está a consentir o seu uso.Saiba mais

Compreendi
aa

Sindicato Independente dos Médicos

O que uma assessora sabe!

12 abril 2011

Na região Norte, dos 24 Aces que estão criados pelo menos 16 têm em algum local uma consulta de monitorização de anticoagulantes orais, mas as USF estão à margem deste processo. Embora faça parte da carteira adicional, ainda está por definir a verba a atribuir a este tipo de consulta.
«O processo está em negociação para atribuição do preço há cerca de ano e meio. Sei que foi proposta uma quantia, que depois foi apresentada aos sindicatos, mas aí complicou-se tudo», disse Maria Constantina Silva, assessora para os cuidados de saúde primários do conselho directivo da ARS do Norte, admitindo que, no contexto político actual, «tão cedo não vamos ter esse valor». TEMPO MEDICINA 1.º CADERNO de 2011.04.11 - 1114291C10111MM15A

Espantoso o que uma assessora do Conselho Directivo da ARS Norte sabe!

É que pelo menos ao Sindicato Independente dos Médicos nada foi apresentado relativamente quer a esta novel consulta quer a suplementos remuneratórios. E isto não só no que às USF's se refere como também no que poderá tocar aos médicos de família em UCSP...

Registe-se o sentido premonitório da sra. assessora ao declarar que "aí complicou-se tudo"... é que os sindicatos são tão desmancha-prazeres!

Últimos ConcursosVer Concursos

Torne-se sócio

Vantagens em ser sócio