Política de Cookies

Este site utiliza Cookies. Ao navegar, está a consentir o seu uso.Saiba mais

Compreendi
aa

Sindicato Independente dos Médicos

Médicos de Família com situação contratual resolvida

11 maio 2011

É bem conhecido o justíssimo descontentamento dos recém especialistas em Medicina Geral e Familiar por não verem satisfeitas as suas aspirações a um contrato decente.

Até ao momento todas as hipotéticas soluções têm esbarrado em impossibilidades legais e legislativas.

Assumiu-se até a repristinação de parte de um diploma já revogado para obviar à situação.

Mas agora tudo vai mudar.

O SIM está em condições de assegurar que o Gabinete de Ana Jorge, com a ajuda imaginativa do Gabinete de Manuel Pizarro, onde pontifica um assessor todo o terreno político e habituado a emergências, o conhecido Luís Cunha Ribeiro, com o beneplácito da Secretária de Estado, perdão, assessora de imprensa, Cláudia Borges, encontrou a solução: propor ao Governo a solicitação imediata, via Ministério dos Negócios Estrangeiros, de concessão de dupla nacionalidade, portuguesa e colombiana, aos médicos de família recém-especialistas.

Com esta ideia genial os médicos de família não vão necessitar de imigrar e podem usufruir dos contratos de trabalho que o Governo concede aos médicos estrangeiros indiferenciados (bem mais vantajosos em termos financeiros) e que não pode conceder aos médicos portugueses que se especializaram no nosso SNS.

Estamos em crer que esta inovação contratual poderá até estender-se aos médicos de família já na carreira médica que também vêem os recém chegados e benvindos colombianos a usufruírem de vencimentos superiores aos que se pagam, por tabela, aos médicos portugueses.

Partilhar

Tags

Últimos ConcursosVer Concursos

Torne-se sócio

Vantagens em ser sócio