Política de Cookies

Este site utiliza Cookies. Ao navegar, está a consentir o seu uso.Saiba mais

Compreendi
aa

Sindicato Independente dos Médicos

Envolvimento de médicos na fraude pode levar à "expulsão" da profissão

22 junho 2011

Ordem dos Médicos promete ser severa "se houver médicos envolvidos no circuito fraudulento do medicamento".

"Se porventura estiverem médicos envolvidos nós cá estaremos para instituir severas penalizações a esses médicos que de forma tão grosseira estariam a ferir o código de ética e deontológico dos médicos", disse José Manuel Silva, comentando dados divulgados em relatórios da Inspecção-Geral das Finanças e da Inspecção-Geral das Actividades em Saúde, avançados hoje pelo Diário Económico.

O bastonário da Ordem dos Médicos sublinhou que até ao momento não se confirma o envolvimento dos médicos e como exemplo referiu o caso dos médicos falecidos que continuam a prescrever receitas.

"Em todas as profissões existem pessoas que não respeitam as regras e nós os médicos somos os primeiros interessados em que haja mecanismos que possibilitem a detecção de médicos prevaricadores", indicou José Manuel Silva, sublinhando que entre os 42.000 profissionais inscritos na Ordem "pode haver meia dúzia que não são honestos".

José Manuel Silva garantiu que "que se houver médicos envolvidos no circuito fraudulento do medicamento a ordem dos médicos será extraordinariamente severa" e "poderá chegar à expulsão da profissão".

O bastonário da Ordem dos Médicos disse que a fraude dos medicamentos só "é possível porque vivemos num país que não se empenha nem desenvolve os meios suficientes para um efectivo combate à fraude e à corrupção".

 

Últimos ConcursosVer Concursos

Torne-se sócio

Vantagens em ser sócio