Política de Cookies

Este site utiliza Cookies. Ao navegar, está a consentir o seu uso.Saiba mais

Compreendi
aa

Sindicato Independente dos Médicos

Refeição nocturna e a crise

26 fevereiro 2012

Algumas administrações hospitalares, invocando a crise e o plano de emergência financeira, estão a suprimir a refeição nocturna aos médicos em serviço de urgência para efeitos de contenção de custos...

O SIM alerta os médicos seus associados para que tal refeição está contemplada no ponto 3 da Cláusula 48 do ACT "O trabalhador que prestar trabalho no período nocturno tem direito ao fornecimento gratuito de uma refeição ligeira, quente, ou subsídio de refeição no valor de € 2,85."

Pelo que, e independentemente do que tal significa para as condições de trabalho (podendo inclusive o médico em jornada contínua não prescindir de uma pausa para refeição até 30 minutos) haverá que ter em atenção o recibo de vencimento.

Últimos ConcursosVer Concursos

Torne-se sócio

Vantagens em ser sócio