Política de Cookies

Este site utiliza Cookies. Ao navegar, está a consentir o seu uso.Saiba mais

Compreendi
aa

Sindicato Independente dos Médicos

Cirurgiões do H. S. João - Porto

20 dezembro 2012

COMUNICADO

DECLARAÇÕES DO PRESIDENTE DO CA DO C. H. S. JOÃO

 

As recentes declarações à TVI do Sr. Dr. António Ferreira, Médico Internista e presidente do CA do Centro Hospitalar S. João, proclamando que num ano houve 30 cirurgiões do quadro daquela instituição que nunca foram ao Bloco Operatório e que em média cada cirurgião faz uma cirurgia/ano, merecem do Sindicato Independente dos Médicos os seguintes comentários:

1º Incredulidade pelo populismo e má-fé manifestadas por um responsável ao propalar números obtidos por contas de aritmética do ensino básico, aparentemente dividindo número de cirurgias efectuadas por número de cirurgiões, esquecendo que muitas cirurgias exigem a presença de mais do que os habituais dois cirurgiões (e por vezes de mais do que uma especialidade cirúrgica dada a sua complexidade e a que não é estranho o Hospital de S. João ser um hospital de fim de linha), esquecendo quanto a actividade cirúrgica é tecnicamente exigente e que, a partir de uma certa idade, pode ser mais benéfico para os doentes e para os serviços que haja cirurgiões que não operem mas efectuem consultas, ensinem, organizem.

2º Solidariedade para com os cirurgiões do CH S. João, de tal modo vilipendiados na sua honorabilidade e mérito profissional por quem deveria propiciar-lhes as condições de trabalho e a motivação para um desempenho de excelência.

3º Expectativa pela reacção da hierarquia a esta prova de incompetência do Sr. presidente do CA do CH S. João ao reconhecer, publicamente, a sua incapacidade de pôr os profissionais a contribuir para a produção medida em números, e bem assim a sua incapacidade de se rodear de quadros de chefia intermédios igualmente capazes de gerar números.

Porto, 19 de Dezembro de 2012

 

COMUNICADO Link

Últimos ConcursosVer Concursos

Torne-se sócio

Vantagens em ser sócio