Política de Cookies

Este site utiliza Cookies. Ao navegar, está a consentir o seu uso.Saiba mais

Compreendi
aa

Sindicato Independente dos Médicos

ACES Porto Oriental desvia computadores adquiridos em concurso público

14 janeiro 2018
ACES Porto Oriental desvia computadores adquiridos em concurso público
Os novos computadores adquiridos em concurso público para o ACES Porto Oriental nunca chegaram aos gabinetes médicos.

Em setembro de 2016 o Ministro da Saúde anunciou a compra de 10 mil novos computadores para os Cuidados de Saúde Primários. O anúncio surgiu com objetivo de resolver os inúmeros problemas informáticos com que os Médicos de Família se confrontavam diariamente.

De facto, foi em 2016 que se atingiu o auge dos problemas informáticos com a plataforma Prescrição Eletrónica Médica (PEM) causados pela existência de computadores obsoletos nos gabinetes médicos.

Isto mesmo era referido pela notícia publicada no Portal do SNS naquele mês, que reforçava a necessidade de renovar os computadores médicos, uma vez que os problemas informáticos eram "muitas vezes apontados por médicos e doentes como entraves à prestação completa de cuidados, sobretudo num momento em que já 90% das unidades do SNS usam a receita médica sem papel".

No mês seguinte, em outubro de 2016, o Presidente da SPMS garantia ao SIM que iria acompanhar diretamente o processo de distribuição dos novos computadores, evitando-se assim a repetição do sucedido em 2014, quando a maioria dos 5 mil novos computadores anunciados para os gabinetes médicos foram desviados local ou regionalmente para outros efeitos e/ou utilizadores.

Ora, qual não é a surpresa do SIM ao constatar que o ACES Porto Oriental desviou para os postos administrativos e de enfermagem os novos computadores que deveriam ter sido instalados nos gabinetes médicos.

No ACES Porto Oriental os Coordenadores das unidades receberam um email da Unidade de Apoio à Gestão do ACES no dia 16 de agosto de 2017 a informar que "por recomendação da Sra. Diretora Executiva” os computadores dos gabinetes médicos não seriam renovados, sendo os novos computadores desviados para os postos administrativos e salas de enfermagem.

Assim, naquele ACES mantiveram-se os computadores obsoletos nos gabinetes médicos que, tendo apenas 2 GB de memória RAM, não suportam as aplicações de uso diário pelos médicos que em várias ocasiões têm de correr em simultâneo, como sejam o caso da PEM, SClínico e Alert.

Já depois de contactada a Diretora Executiva em agosto de 2017 sem qualquer resolução do problema, o SIM protestou formalmente por ofício enviado em novembro de 2017 ao Presidente da SPMS, dando conta do mesmo ao Presidente da ARS Norte e à Diretora Executiva do ACES Porto Oriental.

O SIM recebeu apenas resposta do Presidende da SPMS, da qual regista a celeridade, em que refere apenas que a SPMS é alheia a eventuais indicações que possam ser transmitidas pelos ACES e que a decisão em causa e uma possível alteração da mesma deveria oficiosamente ser endereçada pela ARS Norte, entidade à qual deu conhecimento do ofício.

O SIM espera que os novos computadores no ACES Porto Oriental sejam rapidamente alocados aos gabinetes médicos, evitando o recurso a outros meios de protesto.
Últimos ConcursosVer Concursos

Torne-se sócio

Vantagens em ser sócio