Política de Cookies

Este site utiliza Cookies. Ao navegar, está a consentir o seu uso.Saiba mais

Compreendi
aa

Sindicato Independente dos Médicos

SIM exige proteção de todos os médicos e profissionais de saúde

24 fevereiro 2021
SIM exige proteção de todos os médicos e profissionais de saúde
Chegou ao conhecimento do SIM que alguns hospitais e agrupamentos de centros de saúde estão a recusar a vacinação de médicos com antecedentes de infeção por SARS-CoV-2.

Esta recusa de vacinar profissionais de saúde com antecedentes de infeção por SARS-CoV-2 vai contra as recomendações do CDC. Esta entidade afirma que a vacina deve ser proporcionada independentemente da existência de antecedentes de infeção por SARS-CoV-2 sintomática ou assintomática.

Nesse âmbito foi já enviada uma carta para a senhora Ministra da Saúde com conhecimento do Presidente da Task Force do plano de vacinação contra a COVID-19, DGS e Comissão Nacional de Vacinação.

Não faz qualquer sentido a omissão que aqui se denuncia e constitui uma patente e gravíssima forma de levianamente se descurar da básica proteção da saúde e da vida dos profissionais de saúde que diariamente contactam com doentes infetados.

Já nas Estruturas Residenciais para Pessoas Idosas, diferentemente, procedeu-se à vacinação de todos os idosos e funcionários, mesmo com antecedentes de infeção, e bem.

As entidades que sem qualquer base científica determinarem a não vacinação serão responsáveis ética e criminalmente por eventuais sequelas resultantes da infeção desses profissionais.

O SIM, para além de manifestar o seu protesto por mais esta discriminação negativa dos médicos, solicitou à Ministra da Saúde que determine a imediata clarificação revisão e superação do quadro descrito, apelando o SIM à vacinação de todos os profissionais.
Horas ExtraCalculadora

Torne-se sócio

Vantagens em ser sócio