Política de Cookies

Este site utiliza Cookies. Ao navegar, está a consentir o seu uso. Saiba mais

Compreendi
aa

Sindicato Independente dos Médicos

A história do burro e da cenoura revisitada

06 agosto 2015

Faz parangonas na comunicação social a intenção de ser dada uma cenoura aos médicos de família portugueses. 

Se aceitarem aumentar as suas listas de utentes de 1900 para 2500, poderão ter um aumento salarial de até 741 euros brutos.

Não é difícil ver quem se pretende que seja o burro nesta história...

Os médicos de família já estão no limite da sua capacidade de oferecerem cuidados de qualidade aos seus doentes. Por isso é que os sindicatos médicos não cederam na negociação da grelha salarial para o novo regime de 40 horas semanais, não abdicando do limite de 2358 unidades ponderadas/1900 utentes.

Por isso só aceitariam que um aumento transitório do esforço assistencial, como se pretende, fosse feito com o recurso a trabalho suplementar, uma vez que essas horas são  bem precisas para o atendimento condigno dos actuais utentes das suas listas.

Por conseguinte o SIM desaconselha todos os médicos de família seus associados a serem iludidos por esta cenoura murcha e desbotada.

Partilhar

Tags

Últimos Concursos Ver Concursos

Torne-se sócio

Vantagens em ser sócio