Política de Cookies

Este site utiliza Cookies. Ao navegar, está a consentir o seu uso. Saiba mais

Compreendi
aa

Sindicato Independente dos Médicos

Ofício do SIM ao Ministro da Saúde

23 agosto 2016

Lisboa, 22 de Agosto de 2016

Senhor Ministro da Saúde

Excelência,

A criminosa política traduzida na excessiva redução de numerus clausus nas faculdades de medicina no século passado cujas repercussões se farão sentir nos próximos anos, a reforma de cerca de 5.000 médicos nos últimos dez anos, a transição de muitas centenas de médicos para o sector privado, sociedades unipessoais e o fenómeno da emigração na procura de melhores condições, deixaram o SNS seriamente deficitário na sua equipa de recursos humanos mais qualificada. Este panorama é pouco tranquilizador e será ainda mais preocupante se encararmos a actual estrutura etária destes profissionais, muito envelhecida.

A feroz concorrência do sector privado, talvez o fator predominante deste cenário desastroso, obriga a uma abordagem semelhante à que se adoptou para a CGD de forma que o SNS esteja competitivo e que veja estancada esta verdadeira sangria de recursos humanos. Talvez reflexo da actual política e igualmente motivo de preocupação são os concursos de assistentes que após abertura permanecem desertos e que correspondem a mais de 20% das vagas abertas em MGF e nas especialidades Hospitalares.

Recordamos que quando se assinou o acordo para grelha salarial em 2012, em pleno PAEF, foi acordado que a partir de 2014 se retomaria a negociação da grelha salarial facto que, contra todas as expectativas dos profissionais, ainda não ocorreu.

A passividade dos Governos e dos partidos que o suportam/apoiam no parlamento em relação a esta matéria prefiguram um severo ataque ao SNS por inacção. Torna-se necessário e urgente encontrar soluções que amenizem estas projeções.

Assim, vimos pela presente sugerir que se encontre uma solução semelhante àquela estruturada para a CGD, de forma a garantir condições de competitividade do SNS e garantir a sua sobrevivência como garante de assistência na saúde dos portugueses.

Com as melhores saudações sindicais.

O Secretário-Geral
Jorge Roque da Cunha

 


Ofício do SIM ao Ministro da Saúde





 

Partilhar

Tags

Últimos Concursos Ver Concursos

Torne-se sócio

Vantagens em ser sócio